Seguidores

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Devaneio

Não há nada mais doce que levar suspenso no ar aquilo que se sonhou há poucos segundos, aquele alguém que não te encontrou ainda, mas que virá ao teu encontro. Tudo o que se sabe é que não há uma ânsia de séculos, nem de milênios, nem dos anos, nem dos meses, tampouco dos dias, horas, minutos e instantes. O que ilumina é o encantamento.

Um comentário:

Marcio Nicolau disse...

Cheias de espírito as palavras.