Seguidores

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Êêêêêêêê!!!!!!!!!!!!!!!!

Essa canção me traz boas recordações porque me faz lembrar minha infância. Eu que era uma criança tão cheia de imaginação e tão sentimental... A canção abaixo só ficava bonita com a Turma do Balão Mágico (com participação especial de Roberto Carlos). Recordar também é viver! FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!

“É Tão Lindo”
(Al Kasha/Joel Hirschhorn/Edgard Poças)

Se tem bigodes de foca
Nariz de tamanduá
-Parece meio estranho, heim!
-Rum!
Também um bico de pato
E um jeitão de sabiá...

Mas se é amigo
Não precisa mudar
É tão lindo
Deixa assim como está
E eu adoro, adoro
Difícil é a gente explicar
Que é tão lindo...

Se tem bigodes de foca
Nariz de tamanduá
-E orelhas de camelo, né tio?
-É!
Mas se é amigo de fato
A gente deixa como ele está...

É tão lindo!
Não precisa mudar
É tão lindo!
É tão bom se gostar
E eu adoro!
É claro!
Bom mesmo é a gente encontrar
Um bom amigo...

São os sonhos verdadeiros
Quando existe amor
Somos grandes companheiros
Os três mosqueteiros
Como eu vi no filme...

É tão lindo!
Não precisa mudar
É tão lindo!
Deixa assim como está
E eu adoro e agora
Eu quero poder lhe falar
Dessa amizade que nasceu
Você e eu!
Nós e você!
Vocês e eu!
E é tão lindo!...

-Tio!
-Heim!
-É legal ter um amigo, né?
-É maravilhoso
Mesmo que ele tenha
Bigodes de foca
E até um nariz de tamanduá
-E orelhas de camelo tio, lembra?
-Orelhas de camelo?
-É tio!
-É mesmo, orelhas de camelo!
Mas é um amigo, não é?
-É!
-Então não se deve mudar!


2 comentários:

Roderick Verden disse...

Acredito q vc ainda seja bem sentimental e cheia de imaginação, não M.?

A única época q eu posso ter mesmo me considerado feliz, foi na infância. E não me esqueço de muitos adultos, q, ao verem uma criança chorar, diziam: "Guarde suas lágrimas para depois"

Desde moço, sempre fui um moço velho, como diz uma música gravada pelo Roberto Carlos. Hoje, sou apenas um velho rs.

Abração, M..

Marcio Nicolau disse...

Você me acertou em cheio com isto aqui! Sou imensamente saudosista e afeito a nostalgia. Adoro o passado e sinto muita saudade, até do que eu não vivi.
Emabora não conheça, especificamente, esta canção, mergulhei no tempo. Tempo em que essas coisas, sobre as quais a letra fala, me pareciam mais claras a todos. Hoje nos cegamos a respeito do que é essencial, como a amizade, por exemplo. O que é realmente uma pena, porque isso, como diz a letra, "não precisava mudar". Ai que saudade!

O clima do teu blogue combina com essa minha nostalgia.

Parabéns por hoje. Somos todos crianças.