Seguidores

sábado, 7 de junho de 2008

Amor, doce ternura.

Conforme havia prometido, eu comentaria sobre as cenas excluídas do filme August Rush "O som do coração"(2007). Bem, ao vê-las, não me impressionei muito. Mas eu juro que esperava uma cena extra para o encontro do pequeno Evan e seus pais no dia do seu primeiro concerto. Tudo bem. Algo mudou no discurso entre Wizard (Robin Willians) e Evan (Freddie Highmore) nas cenas que finalmente foram exibidas. As cenas excluídas não tem muito que mostrar, dá para notar que não se perdeu muito ao não incluí-las. O diretor fez o corte na medida certa, soube editar bem.
Como todo filme que se preze tem algumas pequenas falhas, como a barriga falsa da atriz Keri Russel, quando aparece sentada em um banco de praça evidencia-se muito bem, pois uma verdadeira não fica parecendo uma almofada mal colocada debaixo da roupa (pois foi o que pareceu ser).
August Rush é um filme com uma linda história de amor, fé e superação. Ele não tem o romance como tema central, mas a música. Principalmente o estranho mundo dos músicos, este universo tão privilegiado e delegado a poucos neste mundo. O menino de orfanato interpretado por Freddie Highmore tem uma estranha fé de encontrar seus pais verdadeiros, intui sobre o que tem dentro de si (o dom musical) a chave de todo o mistério.
E sobre o amor? Simples. O sentimento do amor, este sentimento tão doce e cheio de ternura é muito bem exposto no dia em que os pais de Evan se conhecem. Jovens músicos de estilos musicais diferentes, mas que se conectam fortemente por um sentimento mais forte que os desencontros da vida e mais forte que o tempo. Também o amor os conduz e o amor os trazem de volta. Uma bela história. Um ensinamento sobre o amor, a simplicidade de um sentimento, a pureza, a doçura e a ternura do que realmente vale à pena viver neste mundo.



2 comentários:

Rodrigo Fernandes disse...

um filme que já está marcado para eu assistir nas minhas proximas tentativas de achar algo interessante nas locadoras, heheh...
Heri, me inspirei nos seus posts romãnticos para da rinicio a uma sequencia de coemntários dos filems romanticos que já vi e que me emocionaram... sim, homem tbm gosta de assitir romance, ahahaa.. o om é que não precisamos de lenços de papéis como vcs...rs
beijos!!!

Heri, hodie, cras, cotidie... disse...

Ah, eu não chorei não, eu me emocionei. Assista mesmo, você vai adorar! Ah sim, também farei algo parecido com o que você fez hehehehehe...